Em reunião com Rogério Marinho, IDV debate reformas previdenciária e trabalhista

Encontro entre o secretário especial da Previdência e do Trabalho e os associados da entidade ocorreu na quinta-feira (14/3), em São Paulo

Os associados do IDV (Instituto para Desenvolvimento do Varejo) estiveram reunidos na tarde de ontem (14/03), em São Paulo, com o secretário especial da Previdência e do Trabalho, Rogério Marinho. O encontro integrou uma série de conversas que o instituto vem tendo com integrantes do Ministério da Economia.

De acordo com Marinho, o Ministério da Economia está trabalhando em quatro piares ligados à Previdência, sendo um deles o ataque contra as fraudes previdenciárias. “Na aposentadoria rural, por exemplo, há 9,5 milhões de pensionistas, mas apenas 6 milhões cadastrados como rurais, por isso foi criada uma nova metodologia para evitar essa fraude”, explica o secretário.

O segundo pilar visa a acabar com os privilégios previdenciários, estabelecendo igualdade entre os regimes geral e próprio da previdência, justamente para evitar distorções no recebimento do benefício. O terceiro é a cobrança da dívida, pois há um déficit em torno de R$ 500 bilhões, e o quarto refere-se à equidade entre as categorias, ou seja, juízes, políticos, integrantes das Forças Armadas, profissionais da Receita e do Fisco, enfim, todos os cidadãos, seguirão a mesma regra de aposentadoria e receberão, no máximo, o teto previsto em lei.

Sobre a Reforma Trabalhista, Marinho comentou que é preciso haver desoneração da folha de pagamento, redução da carga tributária e automatização dos serviços fundamentais prestados à população. A expectativa dele é que a sociedade civil organizada se engaje nessa luta, pois tem condições de fazer um trabalho paralelo ao do governo, principalmente nas redes sociais.

“Em todos esses nossos encontros, a Reforma Previdenciária foi tratada como condição fundamental e primeiro passo para o início de um novo ciclo econômico do país”, afirma o presidente do IDV, Antonio Carlos Pipponzi. Entendendo a relevância do tema neste momento, o IDV está trabalhando junto com o CLP (Centro de Liderança Pública) de modo a contribuir para que a reforma seja discutida em sua plenitude, em contatos diretos com os parlamentares, em Brasília, ou por meio de acompanhamento das redes sociais.